Governo de SP lança projeto para nova rodovia com destino ao Porto de Santos

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp

Fonte: ADVFN
Publicado em: 29/03/2021 – Por Reporter ADVFN

Empresas interessadas no plano rodoferroviário devem enviar seus projetos por meio de uma MIP (Manifestação de Interesse Público)

O Governo de São Paulo planeja construir um corredor multimodal com destino ao Porto de Santos.  Chamado de Linha Verde, o novo projeto pretende ser uma alternativa inteligente e moderna para o escoamento de toda a produção nacional. A MIP (Manifestação de Interesse Público) foi publicada na quinta-feira (25), no Diário Oficial.

A expectativa da Secretaria Estadual de Logística e Transporte de SP é receber projetos para um corredor multimodal no eixo Planalto/Baixada, o que pode incluir além de uma rodovia, a construção de uma ferrovia.

A ideia é que o novo corredor logístico faça a conexão do Rodoanel à Margem Esquerda do Porto e à Rodovia Cônego Domênico Rangoni. Os trabalhos fazem parte do planejamento da SLT de criar uma nova matriz de logística no Estado que ofereça modelos mais eficientes no trânsito de cargas e mercadorias. “Passa pelo Porto de Santos boa parte do PIB Nacional e essa nova estrutura logística irá trazer um ganho incalculável à economia”, afirma João Octaviano Machado Neto, secretário estadual de Logística e Transportes.

A implantação desse novo ramo logístico cria também um novo acesso ao litoral paulista e pode melhorar o fluxo do sistema Anchieta/Imigrantes, além de trazer outros benefícios como:

•Plataformas Logísticas mais eficientes

•Ter uma nova e eficiente via para o escoamento da produção.

•Melhorar o fluxo de veículos no Sistema Anchieta/Imigrantes.

•Viagens mais rápidas para a Baixada Santista

•Redução no tempo de abastecimento dos caminhões.

•Redução no custo de frete.

•Possibilidade de conexão com ferrovias que abastecem o Estado.

•Agilidade no escoamento da carga de contêineres. 

“Queremos criar condições para um escoamento mais rápido e seguro da produção. O nosso foco é o crescimento econômico de São Paulo e do País”, conclui Octaviano.A nova rodovia permitirá a implantação de novas tecnologias como compensação de emissões de gás carbônico decorrentes da operação, veículos com energia limpa, iluminação com energia solar, sistema de monitoramento inteligente e integração com o Centro de Controle.

Para participar

Os interessados têm 30 dias para apresentar projetos ou estudos nesse sentido por meio de uma Manifestação de Interesse Privado – MIP. Os estudos devem conter a viabilidade técnica e econômico-financeira dessa nova rodovia, podendo ou não incluir uma malha ferroviária integrada para o transporte de cargas, especialmente de contêineres, originados ou destinados diretamente de ou para os terminais portuários. A opção pela tecnologia a ser sugerida é livre e terá que atender aos requisitos operacionais para fluxo de veículos em ambos os sentidos, transpondo a Serra do Mar que se interpõe entre o Planalto e a Baixada Santista.

Porto de Santos

Além de ser o maior da América Latina, o Porto de Santos tem importância vital na economia não apenas de São Paulo, como de todo o país. O Porto é responsável por 15% do volume de carga comercializada no Brasil, 28% do volume monetário e 43% dos contêiners no país. Do terminal, saem os principais produtos exportados brasileiros, como soja e carne.

Prejuízo líquido de R$ 13,8 milhões em 2020, revertendo lucro de 2019

A Santos Brasil registrou prejuízo de R$ 13,8 milhões em 2020, revertendo lucro de R$ 11 milhões contabilizados em 2019.

“A atividade portuária no Brasil e no mundo se manteve ativa em 2020, porém sofreu com choques de oferta e de demanda, principalmente nos 2º e 3º trimestres, que reduziram sobremaneira o volume de bens e mercadorias transportados por via marítima”, justificou a empresa.

Entre janeiro e dezembro, houve queda de 4,4%, para R$ 929,6 milhões na receita líquida. Em 2020, houve recuo de 7,7% no número de contêineres, para 1.078.992.

Comunicado: As publicações encontradas no site Blackcomex – www.blackcomex.com.br/noticias são de inteira responsabilidade do autor e do veículo que a divulgou na integra. A nossa missão é manter informado aqueles que nos acompanham, de todos os fatos, que de alguma forma, estejam relacionados com o setor aduaneiro e logístico em todo o seu contexto. A matéria veiculada apresenta cunho jornalístico e informativo, inexistindo qualquer crítica política ou juízo de valor, tampouco reflete, necessariamente, a nossa opinião.

Sobre os Direitos Autorais: Os artigos e notícias, originais do nosso site, são republicações (clipping) e pautas recebidas e públicas de forma total ou parcial com a citação das fontes, como respeito mencionados seus devidos créditos e/ou os seus links seja posto para o mesmo. O mínimo que se espera é o respeito com quem se dedica para obter a informação, a fim de poder retransmitir aos outros.
A não citação da fonte poderá implicar em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais conforme a lei 9610/98.